Rede de Proteção de Jornalistas e Comunicadores

Delegada de polícia de Manaus agride equipe de reportagem e faz post debochando da situação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

A agressão ocorreu com a equipe do Site Imediato. Após a repercussão do caso, outros jornalistas se pronunciaram sobre as agressões verbais e humilhações que sofreram por parte da delegada

Por: Isabela Alves

Na sexta-feira (17), a delegada de polícia Marna de Miranda, integrante do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP) na cidade de Manaus (AM), agrediu a equipe de reportagem do Site Imediato durante o exercício da profissão. 

O jornalista Thiago Gonçalves e o repórter cinematográfico Paulo César de Araújo foram intimidados pela delegada, que passou em frente à câmera e deu um tapa no equipamento. O ato danificou o equipamento de filmagem no momento em que a equipe registrava um homicídio no bairro da Compensa, zona Oeste. 

Posteriormente, a delegada usou as redes sociais para dizer que iniciou a confusão sem necessidade, “porque é dessas”, como menciona em uma publicação compartilhada nos stories do Instagram.

Na postagem, ela diz “Marque sua amiga que é barraqueira”, acompanhada da frase “Tava muito tranquilo na Compensa”, referindo-se ao bairro onde o fato ocorreu.

Após a denúncia, dezenas de outros relatos envolvendo agressões verbais e humilhações por parte da delegada a jornalistas vieram à tona. As situações aconteceram principalmente durante a cobertura de casos ou nas delegacias as quais a delegada atuou. 

O episódio foi denunciado pelo SJP/AM (Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Amazonas) e a FENAJ (Federação Nacional dos Jornalistas), que classificaram o caso como “abuso de autoridade de um agente público de segurança, pertencente à Polícia Civil do Estado”.

Fonte: FENAJ e Imediato Online

Skip to content