Rede de Proteção de Jornalistas e Comunicadores
Imagem: Reprodução TV Centro América

Equipe da TV Centro América é agredida por empresário no Mato Grosso

Jornalistas foram atacados por produtor rural durante gravação de reportagem sobre incêndios na região

Por: Isabela Alves

Os repórteres Bruno Motta e Alexandre Perassoli, da TV Centro América, afiliada da TV Globo, foram atacados pelo produtor rural Jorge Meinerz, em Campinho Verde, município de Lucas do Rio Verde (MT). O ocorrido aconteceu em 21 de setembro. 

A equipe estava produzindo uma reportagem para o Globo Rural sobre como produtores rurais podem prevenir incêndios que atingem a região nesta época do ano. Na última quarta-feira (14), um incêndio atingiu uma algodoeira e destruiu cerca de 1.100 rolos de algodão. Houve prejuízo de R$ 17,6 milhões.

Para a cobertura de imagens, os jornalistas foram instruídos a gravar a algodoeira atingida pelos incêndios. O empresário Jorge Meinerz não autorizou o registro de imagens, negou o pedido de entrevista e mandou os repórteres deixarem a propriedade rapidamente. 

Os repórteres continuaram a fazer imagens fora das terras do produtor e foi nesse momento que a abordagem se sucedeu. Meinerz puxou o equipamento cinematográfico e o arrastou com a câmera. A agressão foi registrada em vídeo

Os jornalistas registraram um boletim de ocorrência na delegacia de Lucas do Rio Verde. Em nota, a TV Centro América  declarou que “repudia qualquer tipo de ameaça ao livre trabalho da imprensa, garantido por lei, e tomará as medidas necessárias”. 

Fonte: Abraji

Imagem: Reprodução TV Centro América

Pular para o conteúdo