Rede de Proteção de Jornalistas e Comunicadores

Rede de Proteção e organizações repudiam censura à reportagem da Amazônia Real

As organizações abaixo-assinadas repudiam a decisão judicial da Justiça do Amazonas, que determinou a retirada da reportagem “Iate do Amazon Immersion estava sem autorização”, escrita pelo jornalista Leanderson Lima e publicada no site da agência de jornalismo independente e investigativo Amazônia Real.

Publicada em 14 de maio de 2021, a reportagem apontava os nomes dos donos da embarcação onde, em abril do ano passado, em plena pandemia da Covid-19, ocorreu o evento “Amazon Immersion”, com turistas brasileiros e estrangeiros. Durante o evento, os turistas visitaram comunidades indígenas no entorno de Manaus, na bacia do rio Negro, ainda que houvesse evidente exposição das populações locais ao risco de contrair o vírus.

Desde a manhã da terça-feira, 19 de julho, a reportagem já não pode ser mais encontrada no site da Amazônia Real, cumprindo a decisão judicial da 10ª Vara Cível e de Acidentes de Trabalho da Comarca de Manaus, que deferiu o pedido dos empresários Waldery Areosa Ferreira, Daniel Henrique Louzada Areosa e da empresa WL Sistema Amazonense de Turismo, responsáveis pela realização do evento em abril de 2021.

A censura judicial imposta à Amazônia Real representa mais um inaceitável ataque a pilares do regime democrático – a liberdade de expressão e a de imprensa, e o direito ao acesso à informação, impactando não só os profissionais diretamente atingidos pela decisão, mas também a livre circulação de informações e de ideias.

Questionar a imprensa ou discordar dela são atitudes legítimas, mas tentar silenciá-la com ataques e por meio de estruturas do Estado é uma evidente e grave violação à Constituição e ao Estado democrático de Direito – o que não podemos mais aceitar.

As organizações que assinam esta nota prestam solidariedade ao jornalista Leanderson Lima e à equipe da Amazônia Real e se colocam à disposição para acionar as cabíveis e cobrarem representantes públicos a responderem aos complexos desafios que atravessamos na garantia da liberdade de imprensa. Somente assim, com a garantia plena dos direitos à liberdade de expressão e acesso à informação, seremos capazes de interromper a escalada de ameaças e violações a jornalistas e comunicadores em todo o país, bem como à democracia.

Assinam:
Artigo 19
Instituto Vladimir Herzog
Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social 
Rede Nacional de Proteção de Jornalistas e Comunicadores
ABRAÇO – Associação Brasileira de Rádios Comunitárias

Skip to content