Rede de Proteção de Jornalistas e Comunicadores

Jornalista é atacado por autoridade pública no interior de São Paulo

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Em vídeo, o diretor de comunicação da prefeitura de Rio das Pedras critica uma reportagem sobre substâncias tóxicas na água da cidade

Por Gabriela Costa

Jornalista foi intimidado por funcionário da prefeitura de Rio das Pedras através de um vídeo divulgado no Facebook no último dia 14. O motivo foi a publicação de uma matéria sobre a presença de substâncias cancerígenas na água da cidade.

Alex Calmon, dono do jornal “O Verdadeiro”, publicou a reportagem no dia 11 com dados do relatório “Mapa da Água”, feito pela Repórter Brasil e divulgado no dia 07. Em reação direta, Juliano Amaral, diretor de comunicação da prefeitura, publicou em seu perfil pessoal do Facebook um vídeo afirmando que a matéria era sensacionalista e pedindo à população para “cobrar esse cara quando ver ele na rua”.

O diretor chegou a chamar as atitudes de Calmon de “terrorismo”, pela informação ter causado preocupação nos moradores da cidade. Ele também disse que os anunciantes do veículo deveriam retirar o seu apoio.

Calmon trabalhou na prefeitura como diretor de comunicação também, entre 2018 e 2020, período em que a análise da água foi realizada e as alterações foram encontradas. Esse dado foi utilizado por Amaral para acusar falsamente o jornalista de omitir a contaminação e prejudicar a população, ignorando que os resultados da pesquisa só foram divulgados este ano.

Calmon afirmou já ter registrado um Boletim de Ocorrência contra as acusações e irá se encontrar com seu advogado na próxima semana para dar continuidade ao processo. Ele afirmou que “nós, jornalistas, precisamos mesmo de proteção. Somos os primeiros a sofrer ataques.”

Skip to content